• Giovanna Carvalho

5 dicas para ir bem na redação de processos seletivos



Conseguir transmitir uma ideia através de uma escrita coerente e coesa pode ser um desafio para a maioria das pessoas, tendo em vista a complexidade do nosso idioma.


Além disso, um fator que maximiza esta possível dificuldade é a estrutura do texto dissertativo-argumentativo: introdução, argumentação e conclusão.


Confira algumas dicas para desenvolver uma redação de qualidade e garantir boas pontuações:


Desenvolver a habilidade de escrever bem depende de muitos fatores, sendo o principal deles a leitura. Ler com certa frequência diferentes tipos de textos contribui muito para uma escrita rica, dinâmica e dentro das normas da língua portuguesa.


- Pratique sempre


“A prática leva a perfeição” é um jargão que faz todo o sentido! Fazer da escrita um hábito diário é fundamental para que você evolua, afinal, a cada texto haverá erros e dificuldades que no próximo não haverão e assim sucessivamente.


- Tenha coerência


A coesão (lógica dos argumentos apresentados) e coerência (relação harmônica entre as partes do texto) são indispensáveis para que um texto seja efetivamente compreendido.


- Atenção a sua escrita


Durante o seu treino é importante rever regras de gramática e ortografia diante de dúvidas que possam surgir, já que elas com certeza surgirão tendo em vista a complexidade da língua portuguesa.


- Estude previamente


É muito válido consultar provas anteriores da instituição a qual você irá se candidatar, isso lhe dará uma noção do tipo de redação que você deverá produzir. Além disso, pesquise os temas sociais atuais, eles costumam ser o alvo da maioria das redações dos processos seletivos.


Gostou das dicas?


Conte-nos, quais destas dicas você já coloca em prática?


Comente, e não deixe de compartilhar com aquele amigo que está prestes a fazer uma prova!